Com o vento

.
Cansada, respiro com o vento
Procurando bem perto o meu alento
Não sou duas, nem quatro, nem três
Sou apenas uma e de uma única vez
Tanta gente pra cuidar, tanto pra fazer
Deixo ir, agora cuido do meu ser

Cansada sim, cansada do cansaço
Não me entrego mais ao embaraço
Tudo vem e tudo vai sem nem eu ver
Pra que pirar, porque sofrer?
Remo nesse rio de vai e vem
Porque da vida sei qual é meu vintém

Meu vintém não é dinheiro, não é papel
Minha riqueza tá por aí riscando o céu
Aqui, mantenho vivo meu rio de amor
Entre o céu e a terra, sinto seu frescor
Frescor da minha riqueza, do meu tempo
Cansada respiro, mas descanso com o vento.

Key Dias – 02.10.12

xilo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s