Ladainha

Reconheci ainda bem longe
Chamando eu pra perto dela
Fiz que não era comigo
Mas logo me encantei por ela

Atabaque bateu no peito
Do barimbau ouvi o som
E vozes velhas conhecidas
Que eu me lembrava bem do tom

Cheguei com medo e cautelosa
Balancei e amoleci
Me afastei de perto dela
Mas logo nela renasci

Voltei com verdade e fé
e dela não quero mais ida
Ouço em mim ela dizer
Agora sim, tu é bem-vinda

Na roda tiro minhas camadas
Vou voltando a ser criança
Na capoeira me encontro
Camaradinha, e nela tenho confiança.

Viva, Meu Deus!

Key Dias – 13.10.12

1794821_584270494980718_513915694_n

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s