“De prática subversiva a símbolo nacional”

Não podia deixar em branco, aqui no Além, o reconhecimento da Roda de Capoeira como Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade. O título foi concedido pela Unesco, no dia 26 de novembro de 2014 (detalhes aqui). Seis anos antes, em 2008, tanto a roda como o ofício dos mestres já haviam sido reconhecidos nacionalmente, pelo IPHAN. Uma ação mais que bem-vinda para oficializar o que nós, capoeiras, já sabíamos. Nossa arte, luta, jogo, tradição afro-brasileira corre o planeta, ela mesma dá “sua volta ao mundo”, permeando vidas com seus saberes e sua filosofia, que vão bem além do simples movimentar-se. Lembrei da ladainha que fiz, em junho, que fala exatamente da roda de capoeira. Ela completa tá aqui.

[…]

Traz presença ancestral
Com atabaque e agogô
Pandeiro e reco-reco
Harmonia de valor

Energia vem do canto
É antiga tradição
Capoeira de Angola
Não se perde na missão…

Abaixo, dois vídeos institucionais do IPHAN e do MinC sobre o reconhecimento internacional do nosso patrimônio, “de prática subversiva a siímbolo nacional”.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s