DESAVERSOS (POESIAS)

Útera

O eco,
A ‘voz de nossas ancestrais’,
Goteja no sangue dos ciclos mensais.

Sou mulher!
E carrego no ventre memórias nuas,
A lágrima e o riso de todas as luas.

Keyane Dias – 17.09.16

4-fases-web
Ilustração: Paloma Ilustrada

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s