O que me basta

É tudo muito
e já não quero dar ouvidos.
É no hiato
do presente
que me perco displicente
no cansaço dos sentidos.

É tudo muito
e ser muito é vão castigo.
É no miúdo
de ser gente
onde acho minha nascente
pra crescer além do umbigo.

Key Dias — Outubro de 2017

2 comentários sobre “O que me basta

  1. Pingback: Post da Semana # – A arte na escrita

  2. Pingback: O que me basta — Aflora – escreversonhar

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s